Cinema, Críticas, ReleMMbrando

Johnny & June (2005)

Uma enorme surpresa. Por incrível que pareça a música é só apenas mais um detalhe. Joaquin Phoenix e Reese Witherspoon em suas melhores performances.

Nos anos 70 a música country americana ganhou muito espaço e muitos fãs pelo mundo tudo, um dos grandes astros da época foi Johnny Cash, o Homem de Preto (apelido que ganhou por sempre fazer shows com roupas pretas). Manteve uma carreira de quase 50 anos, vivendo até o resto de sua vida com June Carter.

Quem ficou encarregado de levar a vida de um dos maiores ícones da musica americana para o cinema foi James Mangold, diretor do ótimo “Garota Interrompida” que consagrou Angelina Jolie, produziu também “Os Indomáveis”, “Identidade” e “Cop Land”.

Em sua infância Johnny Cash (Joaquin Phoenix) tinha uma vida bem sofrida, ao lado de seu irmão Jack e de seus pais, a família buscava um meio de sustento. Porém uma tragédia acaba matando Jack, seu irmão mais velho, inspiração de Johnny e o grande orgulho de seu pai Ray Cash (Robert Patrick).

Aos 20 anos Cash se alista e deixa sua família indo para Alemanha, em função da Guerra da Coréia, lá ele começa a despertar ainda mais sua vontade por música, compondo algumas músicas nas horas vagas. Em 1954 Cash se casa com Viv (Ginnifer Goodwin) com quem passa a viver em Memphis, porém Johnny não conseguia arrumar dinheiro para sustentar sua família, conseguiu um emprego como vendedor de produtos domésticos, mas ele não tinha nenhum talento. Ou melhor ele tinha um talento sim. A música! Porém para ele conseguir gravar um disco precisava de algo diferente, ele e sua “banda” (que era formada por mais 2 amigos mecânicos) estavam acostumados a tocar música Gospel, era necessário um estilo diferente e foi então que Johnny mostra todo seu talento que passaria a eternizar a musica Country.

Johnny começa a fazer relativo sucesso até que conhece a garota que mudaria para sempre sua vida, a também cantora June Carter (Reese Witherspoon), os dois logo criam um laço de amizade muito forte e consistente. Cash ia atingindo o auge de sua carreira, chegando a tocar com ícones da musica americana como Carl Perkins, Jerry Lee Lewis e Elvis Presley.
Mas foi em uma turnê que Johnny entra para o mundo do vicio, mais precisamente o cantor passaria muitos anos de sua vida sobre a dependência de anfetaminas, que acabou prejudicando sua carreira e principalmente sua vida pessoal, levando ao divórcio de seu casamento.

E quando Cash estava mais pra baixo June sempre esteve ao seu lado, aumentando o laço amoroso entre os dois, formando uma bela história de amor, os dois formavam uma dupla perfeita, tanto nos palcos como em suas vidas.

“Johnny & June” consegue ser uma surpresa muito agradável, o filme consegue contar a biografia desse ícone com uma sutileza incrível, as músicas são perfeitas, e convenhamos, devemos louvar de pé as atuações mais do que magníficas de Joaquin Phoenix e Reese Witherspoon, o casal simplesmente está perfeito. Louvemos que eles próprios cantaram as músicas, o que realça ainda mais o sentimento que era necessário.

James Mangold também acerta em não querer se aparecer no filme, não apela querendo fazer muitas cenas melodramáticas, para que o público se acabe de tanto chorar, dando todo um requinte especial, para uma história muito especial.

Obviamente “Johnny & June” será comparado com a também recente adaptação de uma biografia que foi “Ray”, mas esse filme vai além, sem desmerecer o belíssimo trabalho que o diretor Taylor Hackford realizou dando contando a história do mito Ray Charles, ele é muito mais do que uma simples biografia e uma bela história de amor.

Reese Witherspoon foi vencedora o Oscar de Melhor Atriz, o filme também levou 3 Globo de Ouro: Melhor Filme – Comédia ou Musical, Melhor Ator – Comédia ou Musical (Joaquin Phoenix) e Melhor Atriz – Comedia ou Musical (Reese Witherspoon)

Amante ou não de música, “Johhny & June” consegue sobressair as biografias comuns, consegue nos levar a pensar o quão a fama pode ser prejudicial se está for mal administrada, mas o quão fantástico e poderoso é esse sentimento difícil de explicar. O Amor.

Nota: 8,5


Um comentário em “Johnny & June (2005)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s