2009, Cinema, Críticas

Educação (2009)

Crítica:

Abordando um tema recorrente até hoje, “Educação” surge como um auxílio á jovens que passam pelo momento de transição para a vida adulta.

Talvez um dos momentos mais difíceis na vida de uma pessoa sejam os momentos de transição. Se amplia ainda mais quando o substantivo é o adolescente. A mudança para a vida adulta em muitos casos acaba prejudicando a ele próprio e as pessoas que lhe rodeiam. “Educação” nos dá uma grande prova disso, mostrando que o apoio dos pais e muita tranqüilidade são fundamentais para pular qualquer pedra pelo caminho.

Apesar das diferenças de mentalidade da época (o filme se passa na década de 60) podemos fazer uma ligação com os dias de hoje. A sociedade mudou, a cultura, o pensamento…. Mas essa mensagem irá permanecer, mesmo conforme o passar do tempo.

A jovem Jenny (Carey Mulligan) vive com seus pais nos subúrbios de Londres no ano de 1961, a garota que sempre foi à melhor aluna de sua sala se aprofunda cada vez mais nos estudos. Seu grande sonho, e principalmente de seu pai Jack (Alfred Molina) é passar em Oxford. Deixando praticamente de lado amizades e curtição a garota vive apenas focando em uma coisa: Entrar na tão sonhada faculdade.
É só trocar a época, faculdade, cidade e ano que já estamos aqui no presente de novo. A história de Jenny não diferencia em nada á de milhões de jovens que batalham em busca de uma faculdade. Chegando ao Brasil ainda, onde a concorrência, por exemplo de uma Faculdade Federal é sem precedentes, tem uma importância maior ainda.

Porém algo pode mudar profundamente sua vida, seja por bem ou para o mal. Por mais que pareça que o caso de Jenny seja para o mal, temos uma demonstração que não. Ao contrário, a experiência de um desfecho amoroso só serviu para calejar a menina é mostrar o valor dos estudos. Isso porque ainda cursando o colégio e visando Oxford a garota conhece o charmoso e bem mais velho, David (Peter Sarsgaard) que com seu modo de vida sem responsabilidade só tem uma palavra em seu vocabulário: Curtir. Esse novo mundo apresentado aos olhos de Jenny a fascina, deixando de lado conselhos dos pais, da professora, diretora….. A garota parece estar decidida a viver esse conto de fadas. Porém infelizmente, ou não, nem tudo parecia como ela imaginava.

Podemos dizer que o filme vai se desenvolvendo assim como a personagem de Jenny, isso se deve ao ótimo trabalho realizado por Lone Sherfig, a diretora de 50 anos faz de longe o seu melhor trabalho, ela que já havia dirigido e

roteirizado os medianos “Italiano para Principiantes” e “Meu Irmão Quer se Matar” realiza uma das melhores adaptações do ano. E por falar em adaptação vale ressaltar o trabalho brilhante realizado por Nick Hornby, o escritor que produziu romances que geraram filmes como “Amor em Jogo” , “Alta Fidelidade” e “Um Grande Garoto” dessa vez acertou em cheio com o roteiro de “Educação”, lhe rendendo a indicação ao Oscar para Melhor Roteiro Adaptado.

O filme possui dosagens bem concentrada da melancolia vivida pelos jovens na época, onde garotas de 15, 16 anos fumam sem nenhum remorso ou preocupação. Ainda se prendendo a época, o filme contém uma fotografia muito coerente e verossímil, sendo este, um dos pontos fortes da produção.

Vale ressaltar também a atuação brilhante de Carey Mulligan, uma grata surpresa que desponta em 2009. A inglesa de 24 anos realizou “Orgulho e Preconceito” e o ainda inédito no Brasil “Entre Irmãos”, mas ambos foram papéis menores. Porém em “Educação” o filme é todo centrado na jovem que não perde o ritmo e consegue dar a “flueza” necessária para o andamento correto do filme. Bela, a atriz encanta os olhos do espectador com uma atuação convincente que lhe rendeu indicação ao Globo de Ouro e também ao Oscar, ambos como Melhor Atriz.. Alfred Molina mais uma vez realiza um ótimo trabalho. Como sempre o ator consegue ser eficaz, um ator que mesmo com muitos anos de estrada merece uma atenção maior. Peter Sarsgaard tem uma atuação apenas razoável como todo o resto do elenco.

Estreando no começo de 2010, “Educação” surge como um dos principais programas para os adolescentes, tendo uma mensagem muito reflexiva, uma direção coerente e atuações de peso o filme consegue convencer e agradar, dando por que não, uma ótima educação.

Nota: 8,5


3 thoughts on “Educação (2009)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s