2010, Cinema, Críticas

Bravura Indômita (2010)

Bravura Indômita surpreende com um ‘western’ à moda antiga e ao mesmo tempo à ‘moda Coen’


O “Bravura Indômita” dos irmãos Coen não é bem um remake do filme de 1969 e sim uma releitura do livro que deu origem ao primeiro filme.  A história é basicamente a mesma, porém com algumas alterações no desenvolver que não alteram no final. Hailee Steinfeld é Mattie Ross, uma menina que fará de tudo para ver o assassino de seu pai enforcado. Ela decide pedir ajuda ao Marshall Rooster Cogburn (Jeff Bridges), um velho bêbado que só aceita o trabalho pelo dinheiro. A dupla também contará com a ajuda de La Boeuf (Matt Damon) um Texas Ranger que também está em busca do mesmo assassino.

Como em todos os filmes dos irmãos Coen que eu já assisti, o elenco é sensacional. A jovem Hailee Steinfeld, de apenas 14 anos, e o ganhador do Oscar do ano passado Jeff Bridges foram nomeados ao prêmio da Academia por suas atuações nesse filme. Primeiramente é necessário falar que toda a aventura do filme de 1969 virou drama e suspense nas mãos dos diretores. Muitos diálogos parecidos e cenas parecidas apenas nos remetem ao filme antigo, mas tudo parece bastante original.

Voltando às referências ao filme de 1969, Jeff Bridges em uma entrevista, disse que não tomou a atuação de John Wayne como inspiração para sua versão do Cogburn, o que não faz com que ambas sejam por demais verdadeiras e direcionadas para as intenções que os diferentes filmes são voltados. Hailee é um presente para o filme. A jovem atriz que apenas tinha feito filmes para TV americana é mais uma das jovens atrizes promissoras como Jennifer Lawrence, Elle Fanning e Chloe Moretz.

Tecnicamente ‘True Grit’ é impecável. A fotografia, direção de arte e figurino são excelentes. O filme tem uma classe que poucos têm seja em ‘western’ ou não. Mesmo o espectador já tendo assistido o filme com John Wayne ou lido o livro, a nova releitura de “Bravura Indômita” prende a atenção e fascina.

Nota: 8,5

por Ávila Souza

Um comentário em “Bravura Indômita (2010)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s