2010, Cinema, Críticas

Toy Story 3 (2010)

Cativante é palavra que melhor define ‘Toy Story 3’, o filme é uma obra-prima da Disney-Pixar e emociona sem esforços. A animação é, sem dúvidas, o melhor filme do ano e um dos melhores da década


Em 1995, com o primeiro filme de Toy Story a Pixar em parceria com a Disney reinventou, ou melhor, criou um novo conceito para animação. O gênero que antes usava apenas animação em si (2D) e stop-motion agora via agora uma técnica a mais tanto na qualidade da animação como no desenvolvimento da história. Depois de 16 anos e 2 filmes, a Disney-Pixar resolve dá uma terceira parte à franquia de Toy Story e consegue, acima de tudo, fazer um dos melhores filmes(por mim) já vistos.

Em Toy Story 3, o caubói de brinquedo Woody (originalmente dublado por Tom Hanks) e o ‘homem do espaço’ Buzz Lightyear (dublado por Tim Allen) terão que se unir mais uma vez para descobrir qual será o destino deles, agora o dono deles Andy, terá que sair de casa e ir para a Universidade. Depois de algumas confusões em sacolas plásticas e trocas em caixas com diferentes destinações, os brinquedos acabam indo para uma creche onde terão que fazer de tudo para conseguir voltar para casa.

Logo na primeira cena do filme é por si só bastante emocionante. Grande parte das crianças do mundo sempre teve alguns brinquedos os quais eram mais apegados, e nessa primeira cena, um flashback passa tanto no filme como na cabeça de quem está assistindo. A força da amizade é o foco principal do filme, porém sem frases clichês e repetições. O filme teve como intuito atingir os adolescentes que, cresceram com os dois primeiros filmes de Toy Story e fazer com que eles se vissem no personagem Andy, e foi mais uma missão completa com sucesso. Toy Story 3 foi o filme com maior bilheteria em 2010 e o filme mais bem recebido pela crítica especializada (e acredito que pela não-especializada também).

Muitos são os pontos fortes do filme, o surgimento de novos personagens carismáticos que conseguem ser bem trabalhados, o desenvolvimento do roteiro – a maneira como eles fizeram a continuação, um tom de aventura sem perder a ‘inocência’, enfim, uma excelente animação que atinge mais o público de adolescentes e adultos e agrada as crianças. Toy Story 3 recebeu 5 indicações ao Oscar e é quase certeza vencer na categoria ‘Melhor Animação’. O filme inteiro é espetacular, faltam adjetivos para caracterizar tamanha a perfeição de roteiro. São animações como essa, inteligente, sagaz, profunda e tocante, que vão tomar conta dos cinemas. A cena final do filme dispensa qualquer tipo de comentários; espero que com um belo filme como Toy Story 3 seja o final da franquia, o que não seria injusto.

Nota: 10,0

por Ávila Souza

Um comentário em “Toy Story 3 (2010)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s