2011, Cinema, Críticas

Sucker Punch – Mundo Surreal (2011)

Deslumbrante e destemido, ‘Sucker Punch’ traz Zack Snyder mais uma vez em seu melhor estilo


Com a morte de sua mãe e algumas situações complicadas em sua família em decorrência dessa morte, ‘Babydoll’ (Emily Browning) é internada, por seu padrasto, em um manicômio/reformatório para garotas. Nesse lugar ela fica amiga de outras 4 garotas: ‘Sweet Pea’ (Abbie Cornish), ‘Rocket’ (Jena Malone), ‘Blondie’ (Vanessa Hudgens) e Amber (Jamie Chung) e no início descobre que para sobreviver ali elas têm que entreter alguns homens poderosos com números de dança ensaiados pela Dra. Gorski (Carla Gugino), porém elas almejam fugir dali e mais do que elas imaginavam, terão que enfrentar diversos e inimagináveis inimigos para conseguir liberdade. Em um jogo entre realidade e imaginação, as cinco garotas contam com ajuda de um ‘sábio’ (Scott Glenn) que mostrará a elas o que deve ser feito para obterem êxito em suas tarefas que vão de derrotar orcs e dragões até um exército de robôs.

Palavras não são o suficiente para descrever todo o universo, ou universos, abordados em Sucker Punch – Mundo Surreal e depois que se assiste o filme, fica claro que nem imagens também. Todos sabem que Zack Snyder é um excelente diretor e aqui ele prova mais uma vez isso. Zack trabalha cenas de ação com detalhes e precisões como poucos fazem. Olhando seus trabalhos anteriores como 300 e Watchmen – O Filme fica claro a capacidade que ele tem de ser original e ousado, em Sucker Punch ele usa um estilo de filmagem parecido com seus últimos dois filmes (sem contar a animação A Lenda dos Guardiões). Esse é o primeiro filme do diretor em que trabalha com um roteiro original que também é escrito por ele, e mais uma vez, ele mostra total domínio sobre o filme em todas as cenas.

Nenhuma das garotas do elenco principal alguma vez, teve papéis de grande repercussão em suas carreiras, a protagonista Emily Browning é mais lembrada por seu papel como um dos órfãos em Desventuras em Série, Abbie Cornish esteve no filme Brilho de Uma Paixão, Jena Malone trabalhou em filmes como O Mensageiro, Vanessa Hudgens é conhecida por protagoniza os filmes da série High School Musical, e Jamie Chung esteve no vergonhoso Dragonball Evolution. O roteiro do filme é o grande responsável por alguma queixa sobre o filme. Tento uma história de certo modo ‘original’ à esse ponto, muitos críticos especializados dizem que o filme só é visual e cenas de explosões, nada mais, pergunte a um garoto adolescente* sua opinião sobre o filme e ele dirá que é um dos melhores do ano, seja pelo fato de ter garotas com roupas sensuais , ou de ter muitas explosões, tiros e sequências de tirar o fôlego. Particularmente, não achei que o final foi digno do restante do filme.

Ainda sobre Snyder, sabe-se que seus filmes se desenvolvem de maneira harmoniosa entre a direção de arte, fotografia, efeitos visuais e sonoros e uma trilha marcante. Nesse filme, as músicas que dão mais intensidade nas cenas vão de artistas como Björk, Queen até a própria protagonista do filme, Emily. O que ajuda o filme a desenvolver-se a sua maneira e passar por diferentes gêneros mantendo a ‘coesão’ é a influência de outros tipos de filmes, uma ‘mescla’ entre musical, sci-fi, guerra, aventura, drama…

Sucker Punch é uma experiência única como filme, é impactante e bastante divertido. Não acredito que tenha sido voltado para um determinado público alvo, Snyder apenas descarregou no filme tudo que tinha em mente para esse projeto, mas nós*, de fato agradecemos por isso.

Nota: 8,0

por Ávila Souza

Um comentário em “Sucker Punch – Mundo Surreal (2011)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s