2011, Cinema, Críticas

Missão Madrinha de Casamento (2011)

De todos os elogios que uma comédia merece, o melhor é: engraçada


Annie (Kristen Wiig) é escolhida por sua melhor amiga Lillian (Maya Rudolph) para ser a dama de honra dela. Amiga da noiva desde infância, Annie tentará fazer todos os preparativos da despedida de solteira e do casamento, mas uma das madrinhas que se diz ser muito amiga da noiva, embora se conheçam por pouco tempo, tentará roubar a cena de Annie nos preparativos e disputar sua amizade. Muita bagunça, muita competição, ótimas personagens e cenas e diálogos hilários marcarão o desenvolvimento dessa história

Tudo funciona muito bem nesse filme. Diferente das versões para o cinema de Sex and the City – citei, pois é um filme do gênero comédia voltado para o público feminino e com mulheres no elenco principal – aqui o clima é leve, espontâneo, engraçadíssimo e o humor flui nas relações entre as atrizes e nos diálogos. A escolha de elenco é excelente, talvez por não serem ainda muito conhecidas por outros filmes, não há aquele pensamento de comparação com antigos personagens conhecidos, logo de início é fácil aceitar cada interpretação da maneira que elas surgem. Existem aquelas cenas de situações embaraçosas e falas indevidas que muitas comédias utilizam, embora poucas com êxito, mas aqui são bem fixadas e ajudam a dar a graça da cena; essas cenas não têm a responsabilidade de carregar todo o filme.

Bridesmaids tem sido chamado de a versão feminina de Se Beber, Não Case!, existem sim muitas semelhanças, porém isso se deve ao fato do grande apreciador da comédia ‘bromance’ Judd Apatow ser um dos responsáveis pela produção do filme. Judd tem produzido bons filmes de comédia e outros nem tanto, com alguns trabalhos notáveis para a televisão norte-americana, e quase todos têm o tema da amizade como plano de fundo para o desenvolvimento do filme. Outro ganho de Missão Madrinha de Casamento é que mesmo o filme tendo um ar de feminino, todas as piadas parecem ser também voltadas para o público masculino, sendo bem resolvido com uma comédia nada velada.

Pode parecer previsível e tolo, mas o filme é de certo modo sentimental e naturalmente engraçado. No ano em que não teve muitas comédias originais e sim, muitas continuações sem necessidade, Bridesmaids é a melhor comédia do ano e Kristen Wiig mostrou que sabe se virar tão bem no cinema quanto na televisão. O filme traz o que as comédias têm deixado de lado, ou seja, a boa relação entre o elenco, um roteiro agradavelmente divertido e uma espontaneidade em todos os momentos.

Nota: 9,0

por Ávila Souza

Um comentário em “Missão Madrinha de Casamento (2011)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s