As Aventuras de Pi (2012)

Ang Lee cria um universo visualmente deslumbrante, com ao menos três ou quatro cenas memoráveis (destaque para o naufrágio e o jogo de luzes no mar) onde a imersão do espectador torna-se quase inevitável. Sobrevivendo não só como um mero espetáculo visual, As Aventuras de Pi ainda transforma sua história em uma belíssima fábula.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s