Star Wars: Kenobi (John Jackson Miller)

KenobiAutor: John Jackson Miller

Editora: Aleph
Tradução: Fábio Fernandes
Páginas: 523
Gênero: Ficção Científica / Fantasia / Ficção
Lançamento: 2015

Boa parte do ocorre no Universo Star Wars tem reflexo na figura de Obi-Wan Kenobi. Símbolo importante em toda saga – inclusive nos episódios V e VI, já que o mesmo surge como combustível emocional para Luke Skywalker – Obi-Wan sempre foi um dos personagens mais complexos da saga e, portanto, um daqueles que sempre me despertou mais interesse, e acredito que isso muito se deve as duas grandes atuações que lhe deram vida: Alec Guinnes e Ewan McGregor.

Posso abrir mão do amor. Eu abri mão do amor.
Quase todos os amigos que já tive estão mortos. A maioria, mortos pela maldade Sith. Nunca vivi sem uma Ordem Jedi sobre a qual me apoiar, ou para me ajudar quando as coisas ficassem ruins. O que significa ser um Jedi solitário?

Kenobi, escrito por John Jackson Miller, está situada no Universo expandido de Star Wars, e serve ainda mais para aprofundar a figura de Obi-Wan como o personagem mais interessante da saga.
Passando-se logo após os acontecimentos do Episódio III, com o fim da era dos Jedi, Obi-Wan se isola na remota e esquecida Tatooine, e com a República destruída, a galáxia agora é governada pelos terríveis Sith. Após os terríveis acontecimentos que deram fim à República, coube ao grande mestre Jedi Obi-Wan Kenobi a missão de proteger aquele que pode ser a última esperança da resistência ao Império. Vivendo entre fazendeiros no remoto e desértico planeta Tatooine, nos confins da galáxia.

Kenobi em um contexto geral é um ótimo livro, escrito com bastante precisão por Jackson, e sua opção em criar certo suspense a respeito da figura de Kenobi é acertada, assim como ao aprofundar ainda mais o personagem, fazendo com que este tenha conflitos internos absolutamente coerentes e que surge, inclusive, como complemento das obras cinematográficas. Mas Kenobi tem um problema que pode afastar muita gente antes mesmo da metade do livro. Digamos que as primeiras 100 páginas são bem enfadonhas, com um ritmo excessivamente lento e um aprofundamento deficitário dos novos personagens, no caso Anileen, Orrin e A’Yark. Mas que fique claro, com o passar das páginas ambos são devidamente desenvolvidos, o que resulta consequentemente no êxito da obra, mas é inegável que o começo do livro trás empecilhos neste sentido – e a figura de Kenobi é pouco aprofundada neste segmento, o que em maior amplitude é até aceitável, já que Jackson precisava apresentar esses novos personagens.

Alguma coisa horrível aconteceu, Ben, e está destruindo você por dentro. Talvez por isso que você esteja aqui. Mas você está tentando seguir em frente como se não se importasse.

Mas aos poucos a co-protagonista do livro – Anileen – ganha elementos eficientes para a construção de sua personalidade, conciliando com a luta de Obi-Wan em manter-se no completo anonimato, evitando o contato com os moradores locais.

É evidente que o livro para evitar um ritmo monótono, principalmente quando falamos de um Jedi, precisa de certo “movimento”, assim a Guerra do Povo de Areia surge com esta função, e se sai relativamente bem, mesmo que algumas alusões no ato final (que não irei revelar obviamente) sejam um tanto quanto exageradas.

Eu perdi tudo isso enquanto estava correndo para todos os lados a fim de salvar a galáxia. Deixei de ver que, para muita gente, as lutas menores são tão importantes quanto nossas lutas maiores são para nós. Foi uma ótima lição a se aprender.

Dramaticamente consistente e com um aprofundamento certeiro, Kenobi é um grande livro com inúmeras passagens inspiradas, principalmente aquelas em que se preocupam em desenvolver minuciosamente a personalidade de Obi-Wan Kenobi.

★ ★ ★ ★

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s